logo
Top

Inteligência Artificial como base para melhores decisões de negócios

Se você chegou até este artigo, provavelmente já reparou na quantidade crescente de empresas que vêm adotando uma postura orientada a dados, implementando ferramentas baseadas em algoritmos de Advanced Analytics capazes de suportar melhores decisões e otimizar processos de negócios, não é mesmo? Criar estruturas e processos para garantir o acesso aos dados e executar este tipo de solução é cada vez mais vital ao futuro dos negócios. E isso está, em grande parte das vezes, relacionado a iniciativas baseadas em Inteligência Artificial (IA).

Com os avanços na capacidade de processamento computacional e armazenamento de dados, as análises que no passado eram feitas a partir de pequenos conjuntos de dados, dão espaço para a possibilidade de se aplicar modelos bem mais complexos e volumosos. Diante disso, a IA aparece como um conjunto de ferramentas muito poderoso, capaz de lidar com milhares de variáveis e algoritmos para encontrar padrões e melhores respostas nos dados, ampliando a capacidade humana de tomada de decisão. Segundo a McKinsey, a inteligência artificial se destaca como uma tecnologia transformacional da nossa era digital.

Quer entender melhor como Big Data, Advanced Analytics e IA se relacionam? Continue a leitura que vou explicar.

 

Inteligência artificial e seus princípios

A Inteligência Artificial é um termo amplo, que diz respeito ao ramo da ciência da computação que se propõe a elaborar algoritmos e sistemas que simulem a capacidade e inteligência humana de reconhecer padrões, aprender, resolver problemas e tomar decisões.  Ou seja, podemos dividir a IA em 4 princípios:

Advanced Analytics x Inteligência Artificial

Já o Advanced Analytics refere-se a aplicação de diferentes técnicas, ferramentas e tecnologias subjacentes, como machine learning, mineração de dados, estatística avançada, otimização matemática, entre outras, sendo capazes de realizar análises e tomar decisões.

Via de regra, os algoritmos de advanced analytics ajudam a entender o que e por que algo acontece, o que deve acontecer no futuro, o que alguém poderia fazer se algo acontecesse e qual a melhor decisão para este momento. Estes algoritmos são conhecidos como modelos preditivos e prescritivos.

 

Big Data

A crescente taxa de produção de dados da era digital, ou  big data, caracterizado pelo alto volume, variedade, veracidade, velocidade e valor, apresenta oportunidades inéditas aos negócios. Por outro lado, também traz desafios e complexidades para sua análise e gestão, exigindo a adoção de abordagens e ferramentas robustas.

Quando se trata de algoritmos e modelos de IA, de nada adianta capturar dados de inúmeras fontes se algumas providências não forem tomadas, como:

  • Alta confiabilidade: a qualidade das informações históricas armazenadas é essencial para a análise presente e futura;
  • Velocidade: da mesma forma que os processos produzem rapidamente grandes quantidades de informação, é preciso captar e processar dados em tempo real para reduzir o desperdício e o risco operacional;
  • Perguntas: saber fazer as perguntas certas é determinante para a interpretação, confiabilidade e obtenção de respostas acionáveis na resolução de um problema de negócios;
  • Plataforma: ter a plataforma mais aderente à realidade do seu negócio, a fim de acessar os dados corretos;
  • Recursos humanos: Contar com especialistas – próprios ou terceiros – que entendam de big data e algoritmos de Advanced Analytics.

 

O potencial e as possibilidades de aplicação de IA em benefício de negócios das mais diferentes áreas é gigantesco, por sua versatilidade e potencialidade, com impactos diretos em mais produtividade, eficiência e automação de processos e rotinas.

Os algoritmos vêm progredindo, há um aumento na capacidade computacional, de processadores e sistemas, e os modelos de aprendizado estão sendo cada vez mais bem treinados graças à quantidade crescente de dados gerados diariamente. Estima-se que o mercado de Inteligência Artificial atinja USD 8,81 bilhões até 2022.

Por outro lado, muitas empresas se dizem especialistas no tema e juram promover mudanças revolucionárias nos negócios com a aplicação de soluções baseadas em IA. Muitas vezes, possuem um discurso bem estruturado, o que nem sempre se revela na prática.

Por isso, é fundamental ter atenção na definição de seu parceiro de negócios, uma vez que cada segmento ou tipo de operação demanda um conhecimento específico, um desenvolvimento ou um planejamento analítico sob medida. Justamente, é esta a essência que vem norteando a história da UniSoma ao longo dos últimos 35 anos.

 

Michel Duran é Gerente de Marketing e Vendas da UniSoma

É Bacharel em Matemática Aplicada e Computacional pela Unicamp e possui MBA em Gestão de Empresas pela ESPM.