Skip to main content

Sigla do inglês Distribution Requirements Planning (ou Planejamento de Distribuição e Reposição), o DRP é um processo sistemático que vem para tornar a distribuição de itens mais eficiente. A partir de análises e do uso das ferramentas corretas, pode-se determinar não somente os itens necessários, mas em quais quantidades e em quais locais eles devem ser distribuídos para atender a uma demanda específica, no menor custo possível.

 

Isso ajuda a minimizar a escassez, reduzir custos de atendimento e de transporte, entre outros benefícios. Falamos mais sobre a definição de DRP e os principais benefícios de um Planejamento de Distribuição bem-estruturado em artigo que você pode conferir aqui.

 

Agora, neste post, vamos falar sobre como uma solução de DRP desenvolvida pela UniSoma para um grande player da indústria de proteína animal trouxe resultados expressivos para o cliente. Um dos sócios da UniSoma, Eduardo Milanez, é quem nos ajuda a contar essa história. Mas, antes, vale a pena retomar um pouco do conceito de DRP.

 

O DRP e seus benefícios

 

O DRP é um processo que garante o posicionamento do estoque de forma estratégica. Ele tem por objetivo evitar a ruptura, ou seja, a falta de produtos onde são demandados, buscando o menor custo logístico possível. Mas, para desenvolver um projeto desse tipo, é necessário contar com informações e dados de qualidade, que sejam confiáveis a ponto de basear todo o planejamento.

 

Além disso, é fundamental ter as ferramentas certas. É aqui que entra a experiência em modelagem matemática da UniSoma. Feitos sob medida, os modelos desenvolvidos pela UniSoma conseguem endereçar todas as especificidades e características da operação de uma empresa de forma individual, o que possibilita a aderência total à realidade de uma organização e a fluidez dos processos.

 

Os principais benefícios de desenvolver um projeto DRP são:

 

  • Reduzir custos;
  • Evitar problemas de ruptura;
  • Aumentar a eficiência de processos;
  • Melhor gerenciar o estoque.

 

Desenvolvimento de uma solução de DRP pelo time da UniSoma

 

O processo de desenvolvimento de uma solução de DRP começa com o entendimento dos objetivos corporativos e das regras de negócio (incluindo suas restrições), bem como de suas decisões e variáveis dentro do contexto do planejamento de distribuição e reposição.

 

Após a etapa de consolidação de todas essas premissas, começa o trabalho de modelagem matemática, que é feito sob medida e traduz toda a complexidade da operação em expressões algébricas. Essas equações são o coração da solução, pois são elas que, durante as “rodadas” de planejamento, serão executadas por um “solver” e transformadas em um plano de distribuição otimizado.

 

Na sequência, as interfaces para os usuários são construídas para que haja o ponto de interação entre o modelo e o planejador. De modo que seja possível analisar o plano gerado, bem como a situação final das variáveis envolvidas.

 

Durante o dia a dia o planejador será a figura responsável por validar o plano gerado pelo modelo e colocá-lo em execução. Em nossas soluções também é possível testar novas premissas e cenários, sempre com o intuito de buscar novas oportunidades dentro do processo — que só conseguem ser percebidas com ferramentas deste tipo.

 

Ao final, temos decisões mais consistentes, planos mais aderentes à realidade das empresas e melhores resultados.

 

Agora, que tal sairmos da teoria e partirmos para a prática? Confira nosso case!

 

A geração do planejamento otimizado de um grande cliente da indústria de proteína animal

 

A UniSoma desenvolveu uma solução de DRP para uma grande indústria de proteína animal brasileira. Os modelos prescritivos desta ferramenta são capazes de gerar um plano (ou seja, elaborar uma decisão futura) com base no mapeamento das variáveis, restrições e objetivos de negócio. Em resumo: conseguem gerar soluções que fogem da replicação de padrões.

 

O modelo para esse cliente em específico considera diariamente uma nova base de dados e é capaz de gerar o planejamento com um horizonte de até duas semanas para abastecer seus clientes tanto no mercado interno (MI) quanto no mercado externo (ME). A complexidade é enorme, estamos falando aproximadamente de 86 clientes e 13 centros de distribuição somente no mercado interno.

 

Além disso, na relação também entram as 4 fábricas de industrializados (onde as matérias-primas são preparadas), abastecidas com produtos derivados da desossa de bovinos originários de seus 52 frigoríficos. Portanto, são levados em conta processos que vão desde o abate até a distribuição de acabados — passando pela desossa, mix de acabados, estocagem e transferências.

 

Veja mais detalhes no diagrama a seguir:

“O modelo determina o número de viagens/cargas que serão ser feitas de cada frigorífico para cada destino — seja fábrica de industrializados ou cidade — e que tipo de caminhão utilizar, dadas as diversas possibilidades em cada rota”, explica Milanez.

 

Além disso, o DRP determina o mix de produtos que deverá ser carregado em cada viagem, observadas as disponibilidades nas origens (estoque + plano de produção) e demanda/pedidos nos destinos. “Ou seja, ele faz a alocação dos pedidos às cargas, considerando algumas especificidades”, complementa.

 

Entre as especificidades consideradas na alocação de pedidos às cargas, podemos citar:

 

  • Uma carga pode conter pedidos distintos destinados à mesma cidade e com a mesma temperatura, evitando misturar produtos resfriados e congelados;
  • Pedidos grandes podem ser divididos em cargas distintas, o que ocorre com frequência, principalmente no caso de matérias-primas para industrialização;
  • Pedidos pequenos, abaixo de 33 toneladas, não podem ser divididos;
  • Certos pedidos não podem ser armazenados com outros na mesma carga;
  • As cargas não misturam tipos de pedidos distintos;
  • O modelo avalia a possibilidade de atendimento da demanda com matérias-primas alternativas.

 

É importante destacar, ainda, que o modelo gera programações com base em múltiplos critérios. Além de minimizar o atraso no atendimento da demanda, ele maximiza a utilização dos veículos e reduz a distância percorrida no atendimento, o que poupa recursos e agiliza o cumprimento de prazos, promovendo a otimização de rotas e demandas.

 

Resultados conquistados com o DRP da UniSoma

 

O DRP desenvolvido pela UniSoma faz parte de um contexto mais amplo de transformação digital deste grande cliente. Entre os resultados conquistados, destacam-se a geração de programações mais inteligentes e eficientes — ou seja, o melhor atendimento da demanda com menor custo logístico — e a redução de custos de back office, já que a programação deixou de ser feita de forma manual.

 

Antes, era necessário contar com diversos analistas dedicados à mesma tarefa, considerando a complexidade da programação — era preciso levar em conta diversas origens e destinos, tipos de caminhões, 14 dias de programação e milhares de SKUs (números de referência únicos dos produtos).

 

Mais do que evitar erros humanos, a criação de um projeto de DRP consegue atender a um cenário cada vez mais complexo. “É humanamente impossível testar e analisar tantas alternativas possíveis e, dentre todas elas, encontrar a melhor”, analisa Milanez. Portanto, o que antes não era viável, agora é.

 

A indústria de proteína animal declarou ganhos acima de 20% na margem de contribuição, associados ao uso do projeto de DRP desenvolvido pela UniSoma no ano de implementação da solução.

 

Conclusão

 

Esperamos que o conteúdo tenha deixado claro o potencial que uma solução de otimização do DRP tem para a indústria. Redução de custos logísticos e melhoria de atendimento, com menos ruptura, são os benefícios mais evidentes.

 

A UniSoma está preparada para ajudar o seu negócio a alcançar melhores resultados, assim como fez com este grande player da indústria de proteína animal. Afinal, já fazemos isso há mais de 35 anos, auxiliando empresas líderes de mercado a vencerem seus desafios de forma inovadora e inteligente.

 

Nosso time de experts em técnicas avançadas de modelagem, otimização de alta complexidade e machine learning está à sua disposição para tornar o seu negócio muito mais rentável. E você, está pronto para revolucionar a sua forma de trabalhar e potencializar seus ganhos?

 

Entre em contato com a gente e marque uma conversa!

 

Conheça nossa solução para Logística e Transportes!

Leave a Reply