logo
Top

Matemático: muito além dos números

Você sabe o que há em comum entre René Descartes, Arquimedes ou Isaac Newton? Todos eles eram matemáticos e, à sua maneira, revolucionaram alguma teoria ou forma de pensar a matemática nas épocas em que viveram. Em 26 de outubro, comemoramos o Dia do Matemático e aproveitamos a data para compartilhar um pouco mais sobre como essa profissão, que sempre foi importante, tem sido ainda mais reconhecida por entregar valor nestes tempos de transformação digital.

 

Muito além de uma matéria que se aprende na escola, ou de uma formação voltada para a pesquisa e licenciatura, a Matemática constitui um campo do conhecimento extremamente vasto, com diferentes vieses e abordagens. “São inúmeras as possibilidades de atuação, que vão desde o mercado financeiro até a biologia”, explica Julio Rego, formado em Matemática Aplicada pela Unicamp e colaborador da UniSoma há mais de 4 anos, onde desenvolve sistemas e atua como ponto focal de projetos.

 

O profissional conta que escolheu a Matemática por ser apaixonado pela lógica e por tudo aquilo que ela traduz no mundo – e a matemática aplicada se encaixou perfeitamente nesta equação, estabelecendo-se como ferramenta essencial para descobrir informações não detectáveis por métodos tradicionais de análise. Nesta era da big data, executar análises avançadas exige treinamento e especialização para identificar padrões e correlações em busca de uma previsão assertiva. E, paralelamente, a crescente quantidade de dados gerenciados pelas empresas diariamente abre as portas para técnicas avançadas de análise.

 

O que a matemática tem a ver com advanced analytics?

Se tivéssemos apenas uma palavra para responder ao questionamento acima, ela seria “tudo”. Isso porque, é impossível que uma organização se transforme em uma empresa mais inteligente e competitiva sem a aplicação de conhecimento e modelagem matemática para a análise, mineração e interpretação de dados, visando à obtenção de melhores insights para uma tomada de decisões.

 

Por utilizar técnicas e ferramentas mais sofisticadas do que a inteligência de negócios tradicional, o advanced analytics vale-se da combinação de modelos estatísticos clássicos, somados a técnicas de inteligência artificial e machine learning para entregar resultados mais profundos, fazer previsões de tendências, eventos e comportamentos futuros ou gerar recomendações assertivas. Tudo isso graças a capacidade de execução de modelos estatísticos avançados, que viabilizam uma abordagem proativa dos negócios.

 

A formação em matemática constrói os alicerces para a atuação neste contexto de ciência de dados. Segundo Julio, a formação na área promove a “criação de uma visão mais ampla e analítica, que ajuda a sempre tentar entender o contexto, as possibilidades e oportunidades antes de prosseguir com o desenho de uma solução mais aderente ao cliente”.

 

Aos matemáticos, desejamos neste 26 de outubro e em todos os outros dias que sigam somando forças para agir com lógica e acurácia, buscando sempre entregar os melhores resultados, seja para as empresas, para a sociedade ou para o meio ambiente.

 

Na UniSoma, temos décadas de experiência e contamos com uma equipe multidisciplinar altamente qualificada para entender o seu desafio e entregar soluções em advanced analytics aderentes às diferentes possibilidades de abordagens orientadas por dados. A empresa atua na capacitação constante de seus colaboradores, alocando-os em projetos para que ampliem o olhar e a percepção estratégica de negócios e sejam capazes de conduzir levantamentos de requisitos buscando compreender os problemas dos clientes e propor as melhores resoluções dentro de seu portfólio de soluções. Converse com nossos especialistas para saber mais.