logo
Top

O advanced analytics e a gestão de ativos de transmissão e distribuição (T&D)

A transformação digital está impactando de maneira disruptiva e sem precedentes os mais diferentes setores da economia. A nova era é marcada por inovações inimagináveis há alguns anos, viabilizadas pela implementação de tecnologias que melhoram todo o supply chain das operações, com estimativas de aumento do lucro operacional na ordem de 25% segundo especialistas da McKinsey. Uma destas tecnologias é o Advanced Analytics, capaz de viabilizar um gerenciamento preditivo e otimizado de ativos de uma operação, resultando em serviços de muito mais qualidade.

 

O momento é paradoxal: as oportunidades são tão grandes quanto os desafios. Com a disponibilidade cada vez maior de dados, a crescente capacidade de processamento e a escalada rumo a uma extração de insights cada vez mais assertivos, até setores mais tradicionais estão precisando reconfigurar suas atuações. Empresas de utilities (companhas de transmissão e distribuição de energia elétrica, água, saneamento e gás encanado) não precisam apenas rever, melhorar e transformar processos e modelos de negócios existentes, como também encontrar novas maneiras de conduzir os negócios e suas operações.

 

Se, por um lado, este mercado foi construído sobre uma estrutura de concessões e monopólios ao longo de anos, por outro, começam a surgir novas formas de conduzir os negócios. No Reino Unido, por exemplo, até 2020 todo domicílio contará com um medidor inteligente de energia, que enviará os dados de consumo para a nuvem, permitindo que diferentes distribuidoras concorram para atender aquele cliente.

 

Primeiros passos

Sua empresa já sabe que precisa mudar, ou já está inserida no contexto de transformação digital e vem implementando novas tecnologias e processos. Independente do estágio no qual ela se encontre, é fundamental atentar-se a algumas premissas as quais estão relacionados processos bem-sucedidos de digitalização de negócios:

  • Foco nos processos principais: tecnologias digitais servem como aceleradoras de operações e dinâmicas que a empresa já tem como core de sua atuação. Não se deve olhar apenas para a tecnologia e esquecer da essência, mas é preciso fazer valer os investimentos digitais dentro das prioridades estratégicas do negócio, avaliando como agregar ainda mais valor;
  • Envolvimento da alta liderança: de nada adianta executar transformação digital apenas com o time de TI, é preciso que haja endosso dos líderes para que as mudanças sejam realmente implementadas ao longo de todos os departamentos e todas as hierarquias, gerando mais engajamento e progresso;
  • Criação de um ecossistema de parceiros confiáveis: se a essência da sua atuação é utilities, por exemplo, você não precisa se transformar em um expert em digitalização. Você pode (e deve) contar com parceria de empresas com know-how específico para contribuir com soluções complementares aos esforços internos.

 

Advanced Analytics na gestão de ativos

Esperar uma falha acontecer para tomar as medidas de correção necessárias está se tornando uma ação ultrapassada, que está dando espaço ao avanço do Advanced Analytics e à implementação de ações preditivas de manutenção.

 

Por meio de inteligência e algoritmos sofisticados, operadoras de transmissão e distribuição (T&D) podem usar a enorme quantidade de dados à sua disposição para calcular o momento ideal para que uma equipe de campo entre em ação, automatizando as atividades de manutenção de redes ou de despacho, por exemplo. É possível alinhar demandas, definindo prioridades e organizando cronogramas com base em previsões precisas, e não em relatórios criados a partir de eventos ocorridos. Assim, inúmeros parâmetros, inviáveis de serem gerenciados por uma ação puramente humana, são combinados para priorizar e atribuir cada atividade à melhor equipe disponível para executá-la. Tudo em tempo real.

 

Outras vantagens da adoção da tecnologia são a prevenção e detecção de fraudes, além de maior acuracidade na análise de riscos. Segundo a McKinsey, considerando-se apenas as distribuidoras de energia elétrica, a digitalização do setor poderia trazer um benefício para o sistema da ordem de até R$ 5 bilhões por ano, além de resultados em termos de:

  • Melhor desempenho, maior precisão e confiabilidade de ativos
  • Tomadas de decisões mais rápidas de inteligentes, com base em dados
  • Redução dos custos de gestão de ativos
  • Melhor gestão de equipes e cronogramas de campo
  • Mais segurança
  • Cumprimento mais efetivo de metas regulatórias

 

Dados complementares levantados pela consultoria McKinsey são ainda mais contundentes: com a implementação de soluções de Advanced Analytics, operadoras conseguiram reduzir seus custos em 10% em redes de média tensão, 15% em linhas aéreas e cabos subterrâneos de média e alta tensão e 20% em subestações de média e alta tensão. Em outra situação, uma distribuidora aumentou a qualidade do fornecimento e, ao mesmo tempo, reduziu em 10% a 15% seus gastos com a manutenção de alimentadores de distribuição ao adiar as inspeções em áreas com baixíssima probabilidade de falha.

 

Ainda que os resultados indiquem alto potencial decorrente da implementação da tecnologia, a adoção, por parte das operadoras, ainda é baixa: cerca de 5% das atividades de manutenção do setor de energia elétrica baseiam-se em uma abordagem preditiva fundamentada em dados. Existe uma oportunidade enorme a ser explorada por empresas que desejam aproveitar ao máximo as tecnologias e métodos digitais.

 

Por outro lado, segundo o relatório de predições do IDC, provedor global de inteligência de mercado, até 2023 as concessionárias terão conectado digitalmente 75% de seus ativos críticos para prever e evitar falhas de equipamentos e prescrever as melhores opções de manutenção para otimizar e estender os ciclos de vida de ativos.

 

A transformação digital é como um novo músculo que precisa ser exercitado continuamente. Não basta adquirir uma nova tecnologia, contratar especialistas ou implementar um novo sistema, de maneira isolada. É preciso olhar para o cenário de forma integrada, compreendendo como as inovações e tecnologias podem entregar cada vez mais valor e resultados. A UniSoma pode ser sua parceira no desafio de implementação e desenvolvimento de soluções de Advanced Analytics, fornecendo todo o suporte necessário para incorporá-las à sua operação.

 

Entre em contato com nossos especialistas para conhecer todo o potencial de contar com a análise avançada em sua operação de Utilities para garantir o cumprimento de resoluções, reduzir custos, obter maiores ganhos de capital e desempenho superior. Conte com a UniSoma para ajudá-lo a acelerar sua jornada de transformação digital.