logo
Top

Rumo Logística opera com mais trens e reduz custo extra com alocação de profissionais com auxílio da solução UniSoma

Imagine uma operação de trens composta por cerca de dois mil maquinistas, mil locomotivas e 27 mil vagões, ao longo de mais de 12 mil quilômetros de ferrovias. Estes números impressionantes pertencem à Rumo Logística, maior operadora ferroviária do Brasil.

 

Responsável por transportar commodities agrícolas e produtos industriais, a Rumo identificou que a gestão das suas operações estava com gargalos, onerando a companhia de forma significativa. Ao pesquisar no mercado uma empresa que pudesse ajudar a solucionar seus desafios, entendeu que a Unisoma seria a parceira ideal, pelo histórico de desafios e experiências consagradas junto ao mercado.

 

Desafio

Toda programação diária de escala de maquinistas da Rumo era feita de forma manual, com o suporte de planilhas. Uma atividade que consumia tempo considerável de tabulação e eventualmente resultava em erros de planejamento. Entre as consequências, maquinistas convocados mais vezes do que outros, trens parados esperando a troca de turno nos pontos ao longo da rede, horas-extras pré e pós-condução, despesas com diárias de pernoite ou transportes. Ou seja, custos extras que poderiam ser evitados com um melhor planejamento.

 

Havia uma necessidade iminente de se estabelecer uma nova maneira de organizar a grande quantidade de fatores de decisão para a composição da escala, a fim de torná-la mais homogênea e eficiente.

 

Solução

A UniSoma desenvolveu uma aplicação de planejamento otimizado sob medida, baseada em modelo matemático prescritivo, capaz de montar automaticamente a programação diária e semanal da escala de maquinistas.

 

O processo foi conduzido em três etapas. Começou pelo mapeamento detalhado das restrições, capacidades e regras de uso, requisitos funcionais e regras trabalhistas. Depois, seguiu com a construção em sucessivos sprints de desenvolvimento, treinamento dos usuários e implantação final da solução. Finalmente, a última etapa consistiu em um mês de operação assistida, período em que os consultores responsáveis pela solução acompanharam os usuários em suas rotinas diárias.

 

“Hoje a escala de maquinista é realizada de forma simples e automática. Com apenas um clique os maquinistas são alocados em todos os trens para os próximos dias”, explica Rafael Pinto, da área de Inovação e P&D Tecnologia da Rumo Logística.

 

Resultados

Praticamente dois anos após a implementação da ferramenta, a Rumo Logística viu não só o processo melhorar, mas também seus resultados em economia. Isso foi possível graças ao planejamento otimizado, capaz de promover o arranjo ideal de escala para evitar a maior parte dos custos desnecessários.

 

Entre as melhorias alcançadas estão:

  • Aumento de 20% no número de trens com mesmo quadro de maquinista;
  • Alocação de maquinista com foco em redução de custos extras;
  • Aderência a diversas regras de negócio regionais;
  • Maior visibilidade da jornada para o maquinista;
  • Resposta mais rápida a mudanças de cenários.

A gestão está mais eficiente, confiável e pontual, com redução significativa de horas totais de parada dos trens à espera dos maquinistas. Além disso, a Rumo passou a operar com mais trens do que antes do projeto, sem a necessidade de aumentar o quadro de operadores, e com um custo extra menor do que antes da implementação. Os maquinistas também sentiram os benefícios da solução, com escalas mais homogêneas e a mesma quantidade de apresentações por mês para cada profissional.